o mesmo

e ali estava eu de volta
à conhecida ordem das estantes
ao calço de papelão sob o pé do sofá
há quanto tempo mesmo
os desenhos do tapete
(tantas vezes ter pensado nisso
e só agora o verso)
patinados pela poeira e fuligem da cidade
libertos da geometria padronizada das estampas
para adquirir o ar sinistro e exótico
de incompreensíveis hieroglifos

tudo parecia igual mas o quarto
sobre os lençóis desfeitos da cama
viva de água e do que sobra do banho
última prova de tua existência
a toalha encolhida à semelhança de um corpo
abandonada e branca sobre as cobertas

tomei-a nas mãos em sua umidade
havia o desconforto das coisas frias
que caem como uma tarde de primavera
colei sua superfície mansa a meu rosto
teria de haver alguma coisa tua ali perdida
por trás dos nefastos incensos químicos
por trás da doçura de tantos perfumes
eu buscava teólogo a prova de um milagre

às cegas voltei para a sala
o rosto imerso no tecido já algo quente
o mesmo apartamento de antes
a mesma vida na vizinhança
do lado de fora o mesmo número
e se alguém reparar bem verá
o olho mágico está embaçado
e há uma lasca na superfície da porta
capaz de revelar um veio muito claro
de uma antiga e nobre madeira de lei
que a capa de verniz cinzento soube sufocar

Anúncios

Sobre pedrogonzaga

Músico, professor, tradutor e azarão da escrita. Ver todos os artigos de pedrogonzaga

2 respostas para “o mesmo

  • Leitor

    NOSSA, ISSO SIM É QUE É POESIA, me sinto envergonhado. muito F*oda, professor, parabéns =0 – esses dias eu também do nada reparei na parede da cozinha; eu nunca tinha visto que tinha lajotas tão belas nela, as coisas me pareceram meio estranhas, sei lá…é essa a alma da poesia, néh, saber reparar o que ninguém repara, ser um bom observador. Demais, professor.

    • pedrogonzaga

      Sem dúvida. Cabe a poesia iluminar as coisas que ninguém mais vê. Lançar sobre elas uma nova luz que as salvem do esquecimento diário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: