nós

avança para o centro de meus braços
me aperta como se pudesses me salvar
enquanto tento te guardar um pouco
o mundo crescerá circundante e feroz
organizado feito um enxame de vespas

e então um cálido e súbito vapor branco
perdido em tua face e oloroso em tua nuca
me dirá que o resgate chegou tarde demais
rasgaram todos eles tuas aves depressa
lançaram tuas espaldas num terreno baldio

em tua boca agora um ácido laranja sobe
sabem bem o jeito de te atacar o estômago
mas me abraça forte até não haver tenazes
que uns dedos voltos em raízes subcutâneas
sobrevivos e plantados nós no meio da sala

Anúncios

Sobre pedrogonzaga

Músico, professor, tradutor e azarão da escrita. Ver todos os artigos de pedrogonzaga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: