sapateado

sete chamadas não-atendidas
diferentes números de são paulo
e a manhã ainda não passou das dez.

nem amantes
nem mulheres abandonadas
ligam com tal insistência.

procure qualquer lista de devedores
e lá estarão as minhas iniciais
para que não haja dúvidas,
para que a guerra psicológica siga
e o telefone não cale sua contente metralha.

queima-se a última gordura do cheque especial
todas as máquinas apontam sonoras:
transação não autorizada
não falemos da luz, da água, do condomínio
dos impostos que alguém herdará,

mas
veja bem
já não há razão para desespero

aposentaram-se os credores com seus bastões de baseball
calaram-se as navalhas dos agiotas nos becos
a integridade física agora é amiga da batalha
com um pouco de sorte
em cinco anos
brilhará outra vez o número da financeira
soarão outra vez melífluas
as vozes das operadoras
pois não importa o que aconteça na vida
tempo sempre haverá
para um novo número de sapateado.

Anúncios

Sobre pedrogonzaga

Músico, professor, tradutor e azarão da escrita. Ver todos os artigos de pedrogonzaga

4 respostas para “sapateado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: