O lenço

O lenço colorido
ajustado à cabeça
revela a dureza do crânio
incapaz de esconder seu destino.

Ela quase não ocupa uma poltrona
junto ao corredor.
Vejo-a de onde estou
vejo um de seus olhos
e tenha a impressão
de que ele me segue
como o de uma deusa egípcia
iluminada por um sol vermelho.

Suas mãos descarnadas
ossos
veias azuis
pergaminho
e mais nada
seguram um copo plástico
que parece pesado
demais.

Por vezes
bebe a água em goles de passarinho.

Tão jovem,
meu deus,
tão jovem,
tão próxima da que será
no interior da pirâmide
fria.

Anúncios

Sobre pedrogonzaga

Músico, professor, tradutor e azarão da escrita. Ver todos os artigos de pedrogonzaga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: