1992

Deve ter sido em novembro
sim, foi em novembro
e a tarde descia lenta.
Caminhávamos lado a lado,
quase perdidos pelas ruas de uma Porto Alegre
menos acanhada
porque menos real.

Naquele tempo
eu seguia para onde me levavas
e não creio que
apesar da brutalidade inocente de minhas palavras
tu me quisesses mal.

Depois de tudo, o que resta agora
é saber os gestos
suspensos no espaço,
é saber as ações hipotéticas
que em cena encarnaram
não uma palavra, mas uma ruga
não uma carícia, mas um remordimento.

Seguro outra vez tua mão espalmada.
Reparto teus cabelos com luminosa confiança
e calado te tenho
maçã da Pérsia
no fragor do tráfego
automóveis
lotações
nunca mais o ônibus que tomaste
sem olhar para trás.

Anúncios

Sobre pedrogonzaga

Músico, professor, tradutor e azarão da escrita. Ver todos os artigos de pedrogonzaga

2 respostas para “1992

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: